Últimas Notícias Segurança

Com um X na mão, mulheres podem alertar que estão sofrendo violência doméstica a farmacêuticos

Basta fazer um X vermelho na palma da mão para alertar os atendentes. 

Por Mellanie Anversa.

Durante a pandemia, as denúncias de violência contra a mulher recebidas pelo canal 190 cresceram. As ligações foram 40% mais frequentes em abril deste ano do que em 2019, segundo dados do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMDH). 

Esses números, apesar de altos, ainda não mostram a realidade, já que neste período, as vítimas estão com seus agressores em casa, o que as impedem de fazerem a denúncia. Para tentar proteger essas mulheres, uma campanha foi lançada: mulheres que estão sofrendo violência agora podem alertar farmacêuticos com um X desenhado na mão. 

A Campanha Nacional do Sinal Vermelho é simples e direta. Ao ir na farmácia, a mulher deve desenhar um X vermelho na mão, com caneta ou batom. Assim, ela alerta os atendentes, que devem ligar para o 190. 

Maria Luiza, confeiteira de 23 anos, se deparou com o anúncio em uma das farmácias de Curitiba. Curiosa, ela perguntou como funcionava e ficou surpresa com a resposta dos atendentes. “Eu, bem curiosa, perguntei se há mulheres chegando com esse X. E sabe qual foi a resposta? Sim, há muitas mulheres precisando de ajuda”. 

À disposição para mulheres que precisarem de ajuda, Maria entende que com a pandemia as vítimas ficam 24 horas com seus agressores. “Isso só está aumentando e, infelizmente, as pessoas sentem medo de procurar ajuda”, finaliza. 

A campanha está valendo em 10 mil farmácias em todo o país. Confira as redes de farmácias que estão participando até o momento: Rede Melhor Compra, Usifarma, Multifarma, A Nossa Drogaria de Caxias, Drogal Farmaceutiva, Drogal Farmácia, Drogaria Venancio, Extrafarma, Farma Ponte, Farmácia Alphard, Farmácia Pague Menos, Farmacia e Drogaria Nissei, Raia Drogasil, Redepharma, Rede Soma Drogarias, Santa Lucia Drogarias, Smallfarma, Universal, Drogaria Araújo, RD Raia Drogasil e DPSP.

Leia também:

Saiba o que abre e fecha em Curitiba com o novo decreto.

0 comentário em “Com um X na mão, mulheres podem alertar que estão sofrendo violência doméstica a farmacêuticos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: