Últimas Notícias Saúde

Saiba o que abre e fecha em Curitiba com o novo decreto

Decreto passa a valer a partir desta terça-feira (21).

Por Mellanie Anversa.

Com as constantes mudanças que Curitiba vem sofrendo no âmbito da saúde, a prefeitura divulgou um decreto com novas medidas para o combate ao novo coronavírus nesta terça-feira (21). Elas já entraram em vigor.

Desde março, a capital paranaense está em situação de emergência em saúde pública. Por isso, a prefeitura está em permanente atualização de medidas necessárias para a segurança da população. 

Confira quais são as novas medidas:

Suspensas

  • Estabelecimentos destinados ao entretenimento (como casas de shows, circos, teatros, cinemas e outros), de forma eventual ou periódica;
  • Estabelecimentos destinados a eventos sociais (como festas e recepções) de forma eventual ou periódica;  
  • Estabelecimentos destinados a feiras técnicas ou de varejo; mostras comerciais, congressos, convenções, entre outros eventos de interesse profissional, técnico e/ou científico; 
  • Bares;
  • Parques e praças esportivas;
  • Atividades físicas aquáticas e práticas esportivas coletivas;
  • Clubes sociais e esportivos, podendo manter o funcionamento das atividades permitidas nos estabelecimentos de rua (como lanchonetes e restaurantes, academias e salões de beleza), dentro das regras de cada área.

Com restrições

  • Comércio de rua não essencial: atendimento ao público entre 10h e 18h, de segunda a sexta-feira, com proibição de funcionamento aos sábados e domingo permitido apenas para a modalidade delivery.
  • Atividades de prestação de serviços não essenciais, tais como escritórios em geral, salões de beleza, barbearias, atividades de estética, academias de ginástica, serviços de banho, tosa e estética de animais, sem restrição de horário, de segunda a sábado, com proibição de abertura aos domingos;
  • Shopping centers: das 12 às 20 horas, de segunda a sexta-feira, sendo autorizado aos sábados e domingos apenas o atendimento na modalidade delivery;
  • Galerias e centros comerciais: das 10 às 18 horas, de segunda a sexta-feira, sendo autorizado aos sábados e domingos apenas o atendimento na modalidade delivery;
  • Lojas de material de construção: de segunda a sábado sem restrição de horário, sendo autorizado, aos domingos, apenas o atendimento nas modalidades delivery e drive thru; 
  • Comércio de produtos e alimentos para animais: de segunda a sábado sem restrição de horário, sendo autorizado, aos domingos, apenas o atendimento na modalidade delivery e drive thru; 
  • Feiras livres: de segunda a sexta sem restrição de horário, com proibição de abertura aos sábados e domingos; 
  • Restaurantes e lanchonetes: de segunda a sábado até as 22 horas, ficando permitido, após esse horário e aos domingos, apenas o atendimento nas modalidades delivery e drive thru;
  • Panificadoras, padarias e confeitarias: de segunda a sábado até as 22 horas. Aos domingos das 7 às 18 horas, ficando proibido o consumo no local; 
  • Comércio varejista de hortifrutigranjeiros, quitandas, mercearias, peixarias e açougues: de segunda a sábado sem restrição de horário, ficando proibida a abertura aos domingos em qualquer modalidade de atendimento;
  • Mercados, supermercados e hipermercados: de segunda a sábado sem restrição de horário, ficando proibida a abertura aos domingos em qualquer modalidade de atendimento. 

Podem operar com no máximo 50% da capacidade

  • Hotéis, resorts,  pousadas e hostels.
  • Callcenter e telemarketing: a partir das 9h (exceto os vinculados a serviços de saúde ou home-office).

Outras medidas

  • O transporte público deverá circular com lotação máxima de até 50% de sua capacidade, em todos os períodos do dia;
  • O decreto não se aplica:  às atividades produtivas pela internet, correio e televendas que possuam licenciamento vigente nem aos serviços e atividades de drive-in;
  • Ficam suspensos os procedimentos cirúrgicos eletivos ambulatoriais e hospitalares visando otimizar a ocupação dos leitos e a utilização do estoque de medicamentos, priorizando sua destinação para terapias intensivas e emergenciais. A suspensão não se aplica a procedimentos de cardiologia, oftalmologia, oncologia, nefrologia e a exames considerados urgentes pelo médico prescritor.

Multa

O descumprimento das medidas restritivas rendem penalidades que variam de multa (de R$ 232 até R$ 8.336) a cassação de alvará.

Leia também:

Passagens poderão ser pagas no crédito em estações-tubo e ônibus de Curitiba.

1 comentário em “Saiba o que abre e fecha em Curitiba com o novo decreto

  1. Pingback: Município recebeu 1.997 pedidos para transferências de estudantes de escolas privadas – Notícias de Curitiba

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: